TÚMULO DE UM ANTIGO ‘CASAL DE GUERREIROS CITAS’ É DESCOBERTO NA SIBÉRIA.

O corpo de um bebê e de uma serva idosa também foram encontrados junto ao casal. Especula-se que tenham morrido em decorrência de uma infecção há 2.500 anos.

INSTITUTO DE ARQUEOLOGIA E ETNOGRAFIA DO DEPARTAMENTO SIBERIANO DA ACADEMIA DE CIÊNCIAS DA RÚSSIA


O casal, junto com o bebê e a serva foram encontrados em uma vala comum em Kazanovka, no sul da Sibéria, Rússia.

Acredita-se que o casal tinha por volta de 30 anos e a serva em torno de 60. A serva foi enterrada em uma posição fetal, aos pés do casal, que podem ter sido conjugues, para que continuasse servindo-os na vida após a morte. Os ossos do bebê foram encontrados espalhados pelo túmulo. Os arqueólogos dizem que isso se deve provavelmente à ação de roedores que devoraram a carne do bebê morto.

Junto com os restos mortais, foram encontradas armas de metal, potes e comida.

Se tratava de um casal de guerreiros, mas os especialistas que descobriram esta vala comum, dizem que as quatro pessoas provavelmente morreram simultaneamente da mesma infecção e não por causa de alguma batalha.

O casal guerreiro, especificamente a mulher, pode ser a prova da perdida civilização Cita, que habitou a região da Rússia moderna até 2.200 anos atrás.

A guerreira sepultada foi a que mais chamou atenção dos arqueólogos. Ela foi sepultada com as mesmas armas do homem: uma arma de cabo longo, um machado e uma espada curta o que, segundo os pesquisadores, é algo bem incomum. Os registros que sobreviveram ao tempo e outras sepulturas do mesmo local e período mostram que as guerreiras eram enterradas com arco e flechas, armas de longo alcance. As armas que estavam com a mulher eram para combates corpo a corpo e essa diferença é um indicativo da sangrenta cultura Cita, afirmam os pesquisadores.

Os citas foram um antigo povo iraniano de pastores nômades e ficaram marcados na História por causa de Heródoto, que os descreveu em sua obra Histórias (século V a.C.) e pelos achados arqueológicos, como as belas obras em ouro encontradas nos kurgans (mamoas) na Ucrânia e sul da Rússia. Eles eram conhecidos pela sua habilidade guerreira.


Posts Recentes

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© NEMHAM - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PROIBIDO SUA REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL.

Desenvolvido por WEKSLLEY SANTOS MACHADO