Desenvolvido por WEKSLLEY SANTOS MACHADO

© NEMHAM - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PROIBIDO SUA REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL.

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

"Procuro sempre trabalhar numa perspectiva interdisciplinar" revela o Prof. Dr. Álvaro Bragança da UFRJ

 

 

        Tem-se percebido o crescente desenvolvimento atingido pelas áreas de Antiga e Medieval nos últimos tempos. Os trabalhos produzidos nas Universidades tem chamado a atenção do público acadêmico e para nos contar um pouco sobre seu trabalho, conversamos com o Prof. Dr. Álvaro Bragança (UFRJ).

 

       "Do ponto de vista atual que observamos sobre História Antiga e Medieval na academia, eu creio que a perspectiva para ambas é muito produtiva, haja vista que percebemos o interesse de alunos e a participação de vários deles em grupos de pesquisa coordenados por colegas da área de vários Estados do Brasil e isso é só uma prova de que os trabalhos que foram feitos de alguns anos pra cá tem produzido muito efeito. Eu não tenho a menor dúvida de que, se não houver algum tipo de tentativa política de se prejudicar áreas como estas, as mesmas crescerão para que finalmente cada vez mais se produza qualidade em áreas como o Nordeste e não apenas nas áreas mais conhecidas como o Sudeste e o Sul".

 

                       Foto: Reprodução/Facebook

 

          Atualmente, Álvaro Bragança orienta teses de doutorado, teses de mestrado, possui alguns livros e muitos artigos e capítulos publicados e procura sempre trabalhar numa perspectiva interdisciplinar. “Creio que quanto mais possibilidades temos de acesso à cultura, melhor podemos contribuir com a formação do público acadêmico brasileiro e creio que os meus trabalhos, os quais tangenciam a história da língua como, por exemplo, a língua alemã, literatura medieval, história militar dentre outras áreas são provas desses pontos que temos visto cada vez mais jovens estudantes para se desenvolver como futuros pesquisadores nessas áreas de atuação com objetivo de criar uma universidade mais ampla, que forneça condições de pesquisa e mais campos de pesquisa interdisciplinares aos mesmos”.

 

        Álvaro Alfredo Bragança Júnior é bacharel e licenciado em Português-Alemão e Português-Latim pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestrado em Linguística e Filologia Românica e doutorado em Letras Clássicas pela mesma Universidade, professor adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro, membro da Academia Brasileira de Filologia, do CEIA-UFF, da Associação de Professores de Alemão do Rio de Janeiro e co-fundador do Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos. É professor do Programa de Mestrado e Doutorado em História Comparada, orientando nas áreas de literatura alemã medieval, literatura inglesa medieval, baixa idade média e paremiologia latina medieval.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

PARCERIAS

SOBRE O NÚCLEO

NEMHAM é um núcleo de pesquisas da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão