SARCOFAGO DE 2500 ANOS É ABERTO NO EGITO

Cerca de 59 sarcófagos foram encontrados durante o ano de 2020 no sitio arqueológico de Saqqara, ao sul do Cairo. Esta região era a sede do poder no Egito antigo. É também onde se encontram várias pirâmides, incluído as pirâmides de Gizé. A área é Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1970.


No dia 03 de outubro, foi aberto o primeiro sarcófago em um evento muito contraditório. A descoberta é de fato “o presente do século” para os pesquisadores do Egito, como afirma Mostafa Waziri, secretário-geral do conselho supremo de antiguidades. Porém, o que realmente chamou atenção do mundo inteiro, foi a falta de proteção dos pesquisadores e dos telespectadores, em meio a uma pandemia.


A aglomeração de pessoas sem mascara ou qualquer tipo de proteção, foi bem questionável, mas além disso, abrir sarcófagos é o tipo de trabalho que deve ser realizado em ambientes controlados, como laboratórios ou universidades. Isso porque, este tipo de item pode conter gases tóxicos ou micro-organismos perigosos por conta da decomposição do corpo.


https://globalnews.ca/news/7379150/mummy-egypt-open-sarcophagus/

Acesso em: 21/10/2020


Os sarcófagos lacrados são dos séculos VI ou VII a.C. e foram encontrados em um poço com mais de 12 metros de profundidade. Além das múmias, também foram recuperadas 28 estatuetas de Ptah-Soker, o deus principal da necrópole.de Saqqara, e também uma estátua de bronze da deusa Nefertum.


https://www.bbc.com/news/world-middle-east-54227282

Acesso em: 20/10/2020


De acordo com especialistas, as múmias encontradas tratam-se de sacerdotes e figuras proeminentes da sociedade egípcia que foram enterrados próximos à pirâmide de Djoser.


Após a abertura, os sarcófagos serão levados para o Grande Museu do Egito, que deveria ter sido inaugurado neste ano, mas teve sua abertura adiada para o ano que vem.


“Não é o fim da descoberta”, afirma o ministro do turismo e das antiguidades Khaled Al-Anani ao informar que ainda há um número impreciso de múmias na área explorada. As autoridades egípcias esperam que essas novas múmias ajudem a revigorar o turismo do país, que sofreu uma enorme queda com a pandemia.


Essa descoberta foi de tamanha importância que no dia 28 de outubro estreou um documentário na Netflix, “os segredos de Saqqara” acompanha as escavações, mostrando o dia a dia dos escavadores e pesquisadores, além de enfatizar a importância de investimento do governo nas pesquisas acadêmicas.

Posts Recentes

Siga-nos nas redes sociais!

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© NEMHAM - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PROIBIDO SUA REPRODUÇÃO TOTAL OU PARCIAL.

Desenvolvido por WEKSLLEY SANTOS MACHADO